HETEROGENEIDADE SUBSTANTIVA DOS TERRITÓRIOS NO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO – NOTAS CRÍTICAS SOBRE OS DESAFIOS POSTOS ÀS PRÁTICAS E ÀS TEORIAS DO PLANEJAMENTO

Carolina Galvanese, Arilson Favareto

Resumo


Os últimos anos vêm assistindo a um reaquecimento dos debates sobre o desenvolvimento de longo prazo e sobre os rumos do capitalismo no século XXI. A ênfase crescente na redução de desigualdades e no equacionamento da questão ambiental como principais desafios a serem enfrentados no mundo contemporâneo e a busca por novos padrões de relacionamento entre economia, sociedade e natureza trazem novas oportunidades e desafios ao planejamento territorial. Por um lado, mudanças recentes na agenda de desenvolvimento demandam novos olhares e conteúdos a esse campo de estudos, que sejam capazes de auxiliar no entendimento da complexa trama territorial que sustenta o mundo contemporâneo e na proposição de novas estratégias e políticas com ela condizentes. Por outro, a ausência de respostas às questões hoje colocadas, característica comum em contextos de crise e mudança de paradigmas, consiste em uma importante e necessária oportunidade de revisão e reconstrução das bases teóricas e conceituais que envolvem o planejamento territorial no cenário atual. O presente trabalho busca contribuir com esse reexame a partir de uma revisão crítica da evolução recente das teorias sobre território e desenvolvimento,iluminando as insuficiências das reflexões e abordagens que atualmente conformam o campo do planejamento e a necessidade de construção de aparatos analíticos que, aproximando especialidades disciplinares tradicionalmente apartadas – dedicadas ao rural, ao ambiental, ao urbano ou ao regional – e articulando as diferentes dimensões por elas priorizadas – economia, política, sociedade e meio-ambiente – possam fornecer as bases a novos olhares acerca da dimensão territorial do desenvolvimento contemporâneo.

Palavras-chave


Território. Desenvolvimento. Planejamento territorial.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X