Dinâmica regional e política urbana: uma análise das cidades de porte médio da Região Administrativa de Campinas/SP

Roberto Braga

Resumo


O processo de interiorização do desenvolvimento ocorrido no Estado de São Paulo resultou no crescimento acelerado das cidades médias, levando a um padrão de urbanização com crescimento desordenado, segregação e periferização. Nesse processo destaca-se a Região Administrativa de Campinas, a região interiorana de maior crescimento e a que acumula maior número de cidades de porte médio. Tais questões implicam a necessidade de políticas urbanas adequadas ao enfrentamento desses desafios, sob pena do comprometimento da qualidade de vida e ambiental dessas cidades. O presente trabalho analisa a implantação dos instrumentos de gestão urbana nas cidades médias paulistas, com destaque para a Região Administrativa de Campinas, com base no “Perfil dos Municípios Brasileiros 2008” do IBGE. Os resultados apontam um quadro preocupante, na medida em que não se observa uma correlação entre a implantação desses instrumentos e o tamanho, crescimento e renda nas cidades de porte médio.

Palavras-chave


Dinâmica regional; Política Urbana; Cidades médias

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X